PROCESSAMENTO DOS SERVIÇOS A CRÉDITO

CARROS COM LICENÇAS DE TÁXI INTEGRADAS NA CNTD – TELETÁXIS

REGRAS E FUNCIONAMENTO DOS SERVIÇOS A CRÉDITO

A Teletáxis/CNTD tem protocolos, parcerias e contratos com diversas entidades empresariais, instituições e particulares, que solicitam à central CNTD, pelos canais disponíveis, serviços de táxi a crédito, os quais são feitos apenas pelos táxis autorizados pela Central CNTD.

Todos os serviços a crédito são identificados no despacho como serviços a crédito.

Os aderentes à prestação dos serviços a crédito da CNTD, obrigam-se ao cumprimento das regras impostas pela Central no âmbito da prestação de tais serviços e ainda:

Ao escrupuloso respeito pelas entidades ou pessoas solicitadoras dos serviços a crédito, à confidencialidade e sigilo de eventuais dados ou conhecimentos que possam ver ou ouvir no exercício do transporte de serviço a crédito.

É vedada aos motoristas dos táxis de serviço a crédito a transmissão a terceiros de situações que venham a ter conhecimento, através de audição das conversas entre os passageiros dos serviços a crédito.

Ao terminarem os serviços a crédito, os motoristas tem de preencher a requisição de serviço em livro próprio (adquirido na CNTD) composta por três folhas. Sendo entregue ao passageiro, uma das cópias. (Azul)

Ao terminarem o serviço na aplicação, os motoristas tem de colocar o valor total do serviço, marcado no taxímetro, excepto, os serviços de valor fixo.

Todas as requisições dos serviços a crédito têm de dar entrada nos serviços da CNTD, nos primeiros cinco (5) dias uteis de cada mês, relativamente ao mês anterior, acompanhadas das respectivas faturas ou de uma só fatura da totalidade dos serviços.

Caso este prazo não seja cumprido e depois de ser avisado para a entrega dos mesmos se verifique a ausência de entrega, os créditos não serão pagos pela CNTD.

A CNTD pagará, por meio de transferência, cheque ou numerário, os serviços realizados a crédito, num prazo de sessenta (50) dias, depois do dia 15 de cada mês.